Sucos Detox e receitas
⟶ ⟶ Receitas Detox ⟵ ⟵
junho 23, 2017

Benefícios do Jejum Intermitente

Jejum Intermitente beneficios

O QUE É O JEJUM INTERMITENTE?

O jejum intermitente é você ficar sem comer por alguns períodos de tempo, por exemplo: das 24 horas do dia, você fica 16 sem comer, e come somente durante as 8 horas restantes.

Existem vários modelos de jejum intermitente, há pessoas que ficam até alguns dias sem comer nada, somente tomando água, mas isso vamos explicar mais pra frente.

 

O CONCEITO DO JEJUM INTERMITENTE

O Jejum intermitente já é uma coisa bem antiga. Já desde a era paleolítica (a milhares de anos atrás) esse tipo de jejum era feito, porém, de maneira natural e costumeira. Nesta era, ninguém se alimentava de 3 em 3 horas, mas sim, faziam refeições quando tinha comida, e isso era mais, ou menos uma vez ao dia.

 

jejum intermitente

 

Claro que a origem deste jejum não se iniciou na era paleolítica, mas temos como base, esta era passada. E hoje está muito na moda o assunto do jejum intermitente, pois além de fazer a pessoa emagrecer, ele trás muitos benefícios a nossa saúde.

Agora veja um pouco o que o Dr. Lair Ribeiro fala sobre o Jejum Intermitente:

 

 

OS BENEFÍCIOS DO JEJUM INTERMITENTE PARA O NOSSO CORPO

Há uma série de benefícios que o jejum intermitente trás para o nosso corpo (e mente). Mas vamos falar um pouco dos principais benefícios:

 

1 – EMAGRECIMENTO

Este tipo de jejum ajuda a emagrecer, porque os períodos em que não são ingeridos açúcares, o organismo passa a reconhecer (e usar) as gorduras que estão alojadas no corpo como fonte de energia. E mantendo o jejum intermitente, praticando todos os dias, ou semanas, seu corpo passará a se adaptar (acostumar) em retirar as gorduras do seu corpo, e usar como fonte de energia.

 

2 – NORMALIZAÇÃO DA SENSIBILIDADE À INSULINA

Os açúcares são fontes de energia para o nosso corpo, mas atualmente, com tamanho excesso de produtos industrializados, a “dieta” moderna causa cada vez mais a resistência a insulina, que por sua vez, isso é a maior causa de doenças em nosso corpo.

Portanto, como citamos a linhas acima, o jejum intermitente trás como grande benefício a normalização da sensibilidade à insulina. Pois quando o corpo se adapta a queima de GORDURA, em vez de açúcares como fonte de energia principal, o risco de doenças graves cai consideravelmente.

 

3 – AUMENTO DA PRODUÇÃO DO HORMÔNIO DO CRESCIMENTO

Este aumento do hormônio do crescimento é de fundamental importância, pois, além de deixar seu corpo mais saudável, ele ainda contribui para a desaceleração do processo de envelhecimento.

 

4 – SISTEMA CARDÍACO SAUDÁVEL

O jejum intermitente ajuda e muito a diminuir o colesterol ruim (o LDL) e o triglicérides, como também a glicose e a resistência insulínica. Fatores consideravelmente importantes para a boa saúde do coração.

 

5 – CÉREBRO SAUDÁVEL

O jejum também é capaz de aumentar um hormônio chamado BDNF (Fator Neurotrófico Derivado do Cérebro), que pode ajudar a criar mais células novas em nosso cérebro.

 

6 – PROTEGE CONTRA A DOENÇA DE ALZHEIMER

Pelo mesmo motivo do item anterior, o jejum intermitente ajuda na prevenção da doença de alzheimer.

 

7 – REDUZ AS INFLAMAÇÕES

O jejum também ajuda a reduzir os marcadores de inflamação, que são uma das principais causas de doenças crônicas.

 

CICLOS PERIÓDICOS DE FOME E FARTURA

Numa pesquisa feita pelo britânico Dr. Michael Mosley, ele falou que decidiu experimentar o jejum para conferir de perto se haveria melhoras em sua saúde.

Resumidamente falando, ele conta que, parte do que parece estar estimulando o processo das doenças é o fato de que nos alimentamos com muita frequência. Quando nos encontramos praticamente constantes no “modo fartura”, o corpo perde e muito de sua programação de recuperação, e rejuvenescimento natural.

Diz Mosley que é verdade que a restrição rígida de calorias promove perda de peso e maior longevidade nos padrões animais, mas este tipo de “dieta da fome”, não é muito agradável aos olhos das pessoas, afinal, quem é que gosta de passar fome?

Entretanto, pesquisas mostram que é possível alcançar muitos benefícios com um cronograma de alimentação que consiste em comer bem durante um período, e simplesmente cortar as calorias em outros. 

O jejum intermitente copia os hábitos alimentares dos nossos antepassados (num passado bem distante), onde as pessoas não tinham acessos aos supermercados, e muito menos a uma alimentação constante. Eles passavam por a momentos de fartura e fome,  e as pesquisas atuais revelam que esse ciclo produz uma grande variedade de benefícios bioquímicos ao nosso corpo.

Resumidamente o Dr. Mosley diz que alterando o que, e quando a alimentação é feita, é possível alterar consideravelmente o funcionamento do nosso corpo.

 

JEJUM INTERMITENTE 5:2

O nome jejum intermitente é bem abrangente, pois cobre uma grande variedade de cronogramas de jejum. De forma geral este tipo de jejum engloba a eliminação total de calorias duas (dias) vezes na semana.

O Dr. Mosley se convenceu tanto dos benefícios para a saúde do jejum intermitente que chegou a escrever um livro sobre este assunto chamado aqui no Brasil de A Dieta dos 2 dias (The Fast Diet):

O cronograma que ele recomenda no livro é alimentar-se normalmente durante 5 dias na semana, e ficar 2 dias em jejum. Este tipo de jejum tem por nome jejum intermitente 5:2.

Nos dias em que você fizer o jejum, Dr. Mosley diz que você pode reduzir a alimentação para 1/4 da alimentação de dias normais (use essa possibilidade se você não conseguir ficar sem comer nada), ou cerca de 500 a 600 calorias acompanhado com muita água, ou chá. O Dr. Mosley afirmou que perdeu 8 quilos em 2 meses aplicando esse método do jejum intermitente 5:2.

 

JEJUNS EM DIAS ALTERNADOS

Uma outra opção de variação de jejum muito boa é o jejum em dias alternados. Este tipo de jejum é exatamente como o nome sugere, um dia de jejum, outro não.

Um lado negativo desse jejum é que um dia você dorme de estômago vazio, outro não, o que realmente é muito difícil para a maioria das pessoas, ao menos no início das práticas.

Porém, de acordo com a Dra. Krista Varady, autora do The Every-Other-Day Diet, ela diz que este cronograma de jejum necessita de uma taxa de observação maior que os demais cronogramas de jejuns.

No entanto, o melhor cronograma de jejum é aquele que você consegue fazer, só não vale você se autotrapacear, pois assim, nada irá funcionar.

A pesquisa da Dra. Varady revela que jejuns em dias alternados, em consumo de apenas 500 calorias (nos dias de jejum), e consumo normal nos dias fora da dieta, é tão bom e eficiente quanto ao jejum completo (sem comer nada). Ressaltando que é muito mais fácil esse tipo de jejum. 

Outra grande curiosidade que a Dra. Varady descobriu foi que, na pesquisa, os participantes que consumiram 500 calorias divididas durante o dia (comendo durante várias vezes durante o dia, mantendo as 500 calorias), não gerou um resultado tão bom quanto a fazer apenas uma refeição (de 500 calorias) no dia.

Ela resume que o sucesso do jejum intermitente, está relacionada ao cumprimento dos cronogramas. E enfatiza que no dias de jejum, se o consumo de alimentos não ultrapassarem 500 calorias, o emagrecimento será garantido, junto com vários benefícios para sua saúde (como já citamos linhas acima). 

 

JEJUM INTERMITENTE 16 HORAS POR DIA

Existem ainda um terceiro tipo de jejum intermitente que se resume em você se alimentar apenas durante 8 horas no dia, e as outras 16 é só jejum.

Segundo nosso blog Promovendo Saúde, essa é um dos melhores jejuns, pois nele, além dos efeitos serem praticamente os mesmos dos demais jejuns, este é o mais fácil de se cumprir.

Neste jejum, embora o corpo fique sem comer por menos tempo, ele também passa a queimar gorduras, no lugar de açúcares. A gordura por ser um combustível de queima lenta, possibilita você continuar a dieta sem sofrimento causados pelas grandes faltas de energia associadas aos açúcares. E se você não ficar com fome, então será mais fácil ainda.

 

FAÇA DO JEJUM INTERMITENTE UM ESTILO DE VIDA

Muitos recomendam comer o que quiserem nos dias das folgas do jejum, desde que mantenham nos dias de jejum a dieta estabelecida. 

Porém, recomendamos muita cautela com as versões de jejum intermitente que dão carta branca para comer tudo o que quiser os dias de desjejum. Pois isso poderá provocar resultados terrivelmente insatisfatórios.

Tenha o jejum intermitente como um novo estilo de vida. Pois quando você sentir na pele todos os benefícios deste maravilhoso jejum, você vai ver que o emagrecimento será apenas um dos grande benefícios que ele trará para sua vida.

Saiba mais detalhes deste programa de jejum com o Dr. Gabriel Azzini, é só clicar na imagem abaixo:

 

jejum intermitente

 

Se você gostou desse artigo, compartilhe com seus amigos 😉